Janeiro 29, 2010

Coluna de Luiz Carlos Azedo – Notícias de Brasília (Correio Brasiliense)

 

É possível listar várias causas para a crise de hipertensão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva: excesso de calorias, sono atrasado, cigarrilhas demais, falta de exercícios físicos, agenda carregada etc. Mas a hora e o local do piripaque de Recife, quarta-feira à noite, depois do jantar com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), só tem uma explicação: a conversa foi indigesta demais. O presidente do PSB não fez nada fora do protocolo, apenas disse a Lula que Ciro (PSB-CE) não aceita ser candidato a governador de São Paulo de jeito nenhum. 

Ciro mandou o seguinte recado: é candidato a presidente da República, se o partido quiser que o seja. Em caso contrário, não será candidato sequer a deputado federal. Prefere trabalhar pela reeleição do governador Cid Gomes (PSB), seu irmão, no Ceará. Lula avaliava que Ciro toparia ser candidato a governador de São Paulo. 

Sobrou

 No PSDB, é grande o mal-estar com as pressões do PT para que Ciro apoie Dilma no primeiro turno. O fato de os demais partidos do bloquinho — PDT e PCdoB — terem antecipado o apoio à petista é atribuído às articulações do presidente Lula. Os líderes da legenda avaliam que o PT fechou com o PMDB de Norte a Sul e não sobrou espaço para a legenda em nenhum lugar, exceto naqueles onde o PSB já é governo, como Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte. 

 Frente

 O senador Gim Argello (PTB-DF) teve uma conversa reservada de uma hora e meia com o senador Cristovam Buarque (foto), do PDT-DF, na quarta-feira. Discutiram a formação de uma frente trabalhista. Gim, candidato ao Governo do Distrito Federal, se dispõe a apoiar a reeleição de Cristovam ao Senado.

Comentário do blog: Um homem de bem como o senador Cristovam deveria ficar longe de acordos com um Gim Argello da vida, notadamente carreirista de alvo de dezenas de investigações no DF.

Sozinho 

No que depender do PP, a pré-candidatura de Ciro Gomes à Presidência está enterrada. A legenda fecha com a ministra Dilma Rousseff. Uma consulta aos diretórios do partido mostra que 90% deles apoiam a candidata do Planalto. 

Cigarrilha 

Escondido do público, o presidente Lula anda fumando demais, a ponto de a primeira-dama Marisa Letícia esconder as caixas de cigarrilha Café Creme que o presidente da República passou a consumir diariamente, tragando. 

Ícone 

Uma liminar  paralisou as obras do VLT (veículo leve sobre trilhos), em Brasília, e determinou também a suspensão das negociações com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A alegação é que o banco esta com a cota de empréstimos para o Brasil excedida.. O VLT seria o ícone do governo Arruda.

Comentário do blog: As falcatruas do governador vão acabar prejudicando (e atrasando) as obras, essenciais, para a cidade de Brasília como o de melhorar o transporte público visando os jogos da Copa.

Deixe o seu comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com