dezembro 10, 2010

Organizadores esperam a presença de três mil pessoas na Corrida contra a Corrupção, em Brasília.

Divulgação 
Carmem de Oliveira é uma das atletas que participarão no domingo da Corrida contra a Corrupção

Renata Camargo/Congresso em Foco

No próximo domingo (12), os brasilienses são esperados nas ruas, vestidos de verde e amarelo, para protestar contra a corrupção. A partir das 9h, a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, – muitas vezes, palco de escândalos políticos – dará a largada a uma mobilização nacional de combate à corrupção. Entidades ligadas à Lei da Ficha Limpa realizam a 1ª Corrida contra a Corrupção, ação que dará início ao projeto "Venceremos a Corrupção".

"As cores vão simbolizar o amor que temos pelo país. Vai simbolizar também três grandes avanços que tivemos neste ano: a Ficha Limpa, o combate ao tráfico no Rio de Janeiro e a Lei Complementar 131, que criou o Portal da Transparência na União, estados e municípios", explica o  conselheiro Duque Dantas, do Instituto de Fiscalização e Controle (IFC), um dos idealizadores do projeto.

Segundo Duque, são esperadas neste domingo mais de 3 mil pessoas, sendo que 900 delas corredores. Entre os participantes, estarão atletas renomados. Além do velejador Lars Grael, da corredora Carmem de Oliveira – primeira mulher a ganhar a São Silvestre –, do corredor Altamiro Cruz (Didi), campeão Panamericano, que já haviam confirmado presença, também estarão na corrida os atletas Ricarda, do vôlei, Pipoca, do basquete, Hugo Parisi, salto ornamental, e Romualdo Dantas, do judô.

"Convidem toda a família para participar. Será um momento importante", diz Duque. Segundo o conselheiro, a corrida faz parte de um projeto maior que, a partir do próximo ano, terá várias iniciativas de combate à corrupção. Entre as ações, está a construção de um projeto de lei de iniciativa popular com propostas de reforma política, a ser encaminhado ao Congresso.

A corrida será realizada três dias após o Dia Internacional de Combate à Corrupção, celebrado hoje (dia 9 de dezembro) em todo o mundo. O objetivo da iniciativa, que conta com o apoio do site Congresso em Foco, é “sensibilizar e mobilizar a sociedade para esse tema tão importante” e “despertar as pessoas para o papel que cada uma deve desempenhar no combate a essa prática”.

A corrida começará às 9h do domingo (12). A largada será em frente ao Congresso Nacional.

Deixe o seu comentário