Janeiro 10, 2011

É realmente admirável a "teimosia" de José Alencar em se manter vivo. Quando a gente pensa que ele vai entregar os pontos, que não vai mais aguentar tanto sofrimento, ele faz que nem Fênix, ressurge das cinzas – e da UTI – todo prosa. Confesso que adoraria visitar José Alencar no Sírio Libanês e bater um papinho com ele, saber o que o move para a vida com tanta tenacidade. Na última que vez que o ví, numa recepção de um jornal mineiro, ele carregava um copo de uísque na mão, bem fraquinho, como me disse ele, e conversava com todos animadamente. Isto faz uns dois anos, ou menos. Já tinha atravessado fazes duras da doença, mas mantinha o bom humor e a alegria de viver, características importantes da personalidade do ex-vice presidente.. 

O livro que a jornalista Eliane Cantanhêde (Folha de São Paulo) escreveu sobre ele (Minha razão de viver), narra algumas histórias sobre esse nosso herói no combate ao câncer. Aliás, ela estará em CG dia 11 de fevereiro para lançar seu livro e fazer palestra para estudantes de jornalismo. No decorrer do tempo darei mais detalhes deste evento que traz uma das melhores articulistas do País.

Médicos liberam Zé Alencar da UTI

O ex-vice-presidente da República José Alencar foi liberado da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na tarde deste domingo (9). Ele agora está internado em um quarto normal para seguir o tratamento contra um câncer no estômago. Segundo a assessoria de imprensa do Sírio-Libanês, Alencar passou por uma avaliação pela equipe médica no início da tarde de hoje.

De acordo com boletim divulgado pelo hospital, o sangramento intestinal do ex-presidente está controlado. Antes da avaliação, o médico Raul Cutait, que faz parte da equipe que acompanha Alencar, disse que ele está bem, e que o ex-vice-presidente passou por uma sessão de hemodiálise pela manhã.

Nesta manhã, ele recebeu a visita do ministro da Saúde, Alexandre Padilha. “Ele está muito animado”, avaliou o ministro. Ele afirmou que Alencar demonstrou muito interesse sobre as primeiras medidas do governo da presidenta Dilma Rousseff e fez algumas sugestões. “Ele conversou longamente comigo, perguntou detalhes desta ideia de combate à miséria que a presidenta Dilma está estudando”, disse Padilha.

Mário Coelho (Congresso em Foco) Com informações da Agência Brasil

Deixe o seu comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com