dezembro 9, 2010

Kátia Abreu recebe "prêmio" do Greenpeace

 

 
Kátia Abreu recusa-se a receber, de uma índia, o prêmio Motosserra de Ouro, dado pelo Greenpeace

Renata Camargo/Congresso em Foco

Nesta quarta-feira (8), na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, em Cancún, México, a presidente da Confederação Nacional da Agropecuária (CNA) e parlamentar da bancada ruralista no Congresso, senadora Kátia Abreu (DEM-TO), foi "premiada" com o irônico troféu Motosserra de Ouro, concedido pela ONG Greenpeace a personalidades que, segundo a entidade, contribuem para o aumento do desmatamento no Brasil. A senadora desprezou o "prêmio" e não quis pegar a motosserra dourada.

Na conferência, Kátia Abreu apresentou o projeto Biomas, da Embrapa. Durante sua apresentação, a senadora classificou a reserva legal (área a ser obrigatoriamente preservada dentro de um terreno) como um "corpo estranho" na propriedade rural que afeta o lucro. Também já receberam o Motosserra de Ouro, o ex-governador do Mato Grosso e senador eleito, Blairo Maggi (PP), e o ex-governador de Santa Catarina e senador eleito, Luiz Henrique da Silveira (PMDB).

Deixe o seu comentário