Março 31, 2010

Um horário nada gratuito:: Stepan Nercessian

 
STEPAN NERCESSIANDEU EM O GLOBO

Costurar alianças talvez seja uma das expressões mais usadas na política.

Em tempos de eleição então nem se fala. Depois, costuram se alianças para garantir a governabilidade e a ingovernabilidade também. As alianças nem sempre são feitas de um mesmo metal. Tem ouro e lata. A arte da ourivesaria política é conseguir fazer dar liga entre materiais incompatíveis e de preferência que o resultado final guarde características de tudo que foi usado na confecção da obra, sem deixar que a lata destrua o ouro e vice-versa.

É bastante simples fazer política não estando na política. De fora, tudo é nítido. O conservador, o esquerda, o direita e o volver. Verde que te quero verde, o corrupto, o canalha, o idealista, o padre sem batina, o pastor do dízimo com quem andas que eu te direi quanto vales. De perto é que o foco começa a perder a nitidez.

Ganha um doce qualquer político ou eleitor do Brasil que conseguir dizer em dez minutos o nome de todos os partidos existentes na atualidade. Se conseguir decifrar a ideologia de cada um aí tem direito a passar 24 horas sendo o Eike Batista.

Aqui vai uma mostra para quem estiver interessado:
panpcopcdobpcbpdtdemphsprpmdbpmnpppronappsprtbprpprbpsbpscpsdcpslpsdb… e por aí vai.

Essa lista é de 2006. A esta hora alguns já podem ter sido abduzidos e outros criados. Mas se quer ganhar o prêmio vá pesquisar.

Pois bem. É com essa matéria prima que se constroem as alianças políticas no Brasil. E, também com ela, a governabilidade.

Todos têm em comum uma preciosidade que é o tempo de televisão.

Cada segundo vale ouro e muitas vezes a secretaria de saúde ou segurança pública.

Um minuto no horário eleitoral equivale, por exemplo, ao Ministério da Agricultura. Quem entrar com cinco minutos pra trocar leva Furnas, Petrobras, Banco do Brasil e uma mariola de gorjeta. E o bom é que ninguém fica de fora.

Se tiver mais partido do que cargos, criam-se mais e mais ministérios, secretarias, autarquias. As alianças não podem deixar nada de fora.

Trabalhando como ator há quarenta e dois anos, dirigindo uma coisa ou outra, aprendi que um dos mistérios do sucesso em TV, cinema, teatro é saber escolher o elenco, escalar o elenco. Quando isso acontece, a gente diz que deu liga, pintou a química.

Pois bem, assistindo a um programa eleitoral, com as escalações atuais, o diretor seria demitido. Fica incompreensível para o espectador, não dá para entender a trama.

Tem de tudo um “porco”.

Que mera bucha vira canhão, o mocinho abraça o bandido, a mocinha beija o vilão, o vilão é amado, o herói vaiado e nem Janete Clair daria jeito na trama.

Só que desta vez o espectador é eleitor também. Ele precisa escolher entre tantos produtos o que vai levar pra casa. Casas legislativas, palácios, mensalões. Mas, pobre eleitor consumidor, a trama está confusa, tá difícil de escolher. E pior: muitos dos produtos oferecidos sequer têm garantia de quatro anos.

Tal qual em um BigBrother ele é chamado a participar, opinar, escolher e para por aí. O vencedor leva um mandato, os eliminados serão recompensados. Um carguinho aqui, um carguinho acolá.

 
 
Infelizmente o horário eleitoral virou moeda de troca. Nada de alianças programáticas, nada de coerência ideológica e de princípios. O importante é garantir audiência. E ainda há quem tenha coragem de chamar este horário de gratuito! Ele custa caro, muito caro. Mas neste mundo de celebridades o importante é aparecer.

Quanto às alianças, cuidado, geralmente se transformam em algemas quando o casamento não é feito por amor.

Stepan Nercessian é ator, vereador (PPS) e vice-presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Deixe o seu comentário

  1. AMASED disse:

      É por tudo isso que sou  eleitora convicta do "voto nulo" . Dirão , mas assim vc esta favorecendo que os piores se elejam!!!! Quando foi eleito o melhor??????  Cite um maravilhosamente digno que tenha sido eleito recentemente e não tenha se corrompido?????? Faz muito tempo  eh!!!!!!!!!! E desde quando quero passar um dia como Eike Batista???????????? Nunca , fortuna que cresceu graças  aos nossos suados  impostos cobrados e desviados , pois seu papai já era expert   em beneficios e favores ( no fundo =maracautaia) na epóca em que exerceceu o  Ministério de  Minas  e Energia .  Como tentar me convencer que um vendedor de seguros , profissão exercida pelo Senhor  citado no artigo , amelheou uma fortuna incalculavél em tão puco tempo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Acho digna e honrada a profissão de vendedor de seguros  , mas que com ela ninguém fica milionário em poucos anos , não fica mesmooooooo.!!!!!!! Então vai aí meu repudio a viver meia hora como esse Senhor que dirá um dia inteiro! E que realmente   nós , brasileiros não sabemos votar , isso não é novidade para ninguém , já fomos citados por  Chefes de Estado , há um bom tempo , como o Pais que não sabe votar , e com razão ; Pais onde o candidato faz campamha eleitoral dando bolsa escola , bolsa camisinha , bolsa trepadinha , haja vista que presidiario vai ter o direito de  a  R$740,00  por filho menor de idade , desde que o preso tenha carteira assinada na epóca do crime , e daí a carteira assinada ?????? Ele deixa de ser criminoso????? E nós que vamos sustentar os filhos desses bandidos ????// Com certeza , mais uma vez sobra para quem trabalha , para quem paga impostos , para quem é honesto e nunca praticou crimes de ordem nenhuma !!!!! Eu fico enojada com esse Pais , com os governantes , que não tem um pouco de respeito por nós trabalhadores brasileiros, a base da sustentação desse Pais !!!! Que pena !!!!!! Votei  em pessoas tão maravilhosas , tão dignas , que não recebiam os salários astronomicos que recebem hoje , aliás , naõ recebiam salários para exercer o mandato de vereador , e deputado tinha ajuda de custo para poder ir de suas cidades a capital e um salário mais pró-forma do qualquer coisa , insignificante!!! Hoje o buraco é mais embaixo , os salários são verdadeiros manás , além de  terem a liberdade de nomear assessores com excelentes salários , verbas de gabinetes , verbas para correio , selo , cola e por aí vai….. Enfim esse é o Pais da palhaçada !!!!!!!!!!!! Da falta de vergonha na cara !!!!!!!!!! Da impunidade!!!!!!!! da falta de compostura!!!!!!!!!! E também é o Pais que não sabe escolher seus mandantes , infelizmente !!!!!!!!!!!!!!
     
     
     
     
     
     
    e convencer que vendedor de seguros 

Deixe o seu comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com